Saiba quais são os melhores e os piores setores para investir no segmento de franquias

Investir em franquias não é garantia de sucesso; porém escolher a área mais “aquecida” do momento pode diminuir os riscos do investimento.

A área que mais cresceu em faturamento, com aumento de 97,8%, foi Hotelaria e Turismo. Em seguida, Limpeza e Conservação, com 44,5%, e Informática e Eletrônicos, com 32,5%.

Por outro lado, os setores com menor desempenho foram Fotos, Gráficas e Sinalização, com expansão de apenas 1,6%; Negócios, Serviços e Outros Varejos (que inclui postos de gasolina, supermercados, lojas de conveniência, transporte e logística, serviços financeiros, livrarias e papelarias, pet shops e vendas por catálogos) cresceu 2,6%; e Educação e Treinamento, 10,3%.

Esporte, Saúde, Beleza e Lazer também tiveram sua participação. A área com maior faturamento teve uma expansão de R$ 3,2 bilhões (22%), número superior ao faturamento total de outros segmentos.

Essas informações ajudam a identificar os setores de maior crescimento, mas não garantem, por si só, o sucesso futuro do franqueado. Portanto, cabe ao investidor coletar o máximo de informações possíveis para tomar decisões racionais e favoráveis para atingir seu objetivo.

Fonte: Dinheirama.com

Evitando decepções com franquias e franqueados

Diversas redes de franquias vêm oferecendo um test drive aos potenciais franqueados, os interessados em adquirir uma franquia são convidados a realizar todas as atividades em uma unidade já em funcionamento. Normalmente, eles permanecem de um a três dias, desde a abertura da loja até a saída do último funcionário. “Ver a pessoa em ação diminui a possibilidade de escolher alguém com perfil inadequado”, afirma Filomena Garcia, sócia-diretora da consultoria Franchise Store.

Fonte: Exame.com

Como escolher a melhor franquia

Antes de tomar qualquer decisão pesquise detalhadamente sobre o sistema e entenda como funciona. Em seguida, realize uma autoavaliação e veja se tem perfil para franqueado. Analise suas preferências, habilidades e motivos para querer ter um negócio e por que a melhor maneira de abrir esse empreendimento seria por meio de franquias. Concluída a análise, saiba, dentro de um universo de mais de 1.800 marcas, de segmentos variados, quais estão de acordo com as suas expectativas, desde o valor de investimento até os valores da empresa.

Fonte: Ricardo Bomeny, Pequenas Empresas & Grandes Negócios

10 franquias estrangeiras que miram o Brasil

Conheça 10 franquias que pretendem expandir seus negócios investindo no Brasil:

1. Auntie Anne’s Pretzels: A franqueadora Focus Brands administra várias redes de franquias na área de alimentação, como a Auntie Anne’s Pretzels e a Cinnabon. As áreas de atuação são sorvetes, doces, cafés e restaurantes.
2. Théophile & Patachou: Vende desde móveis, como berços e armários, até objetos de decoração e roupas para bebês.
3. Attirance: Criada na Letônia em 2003, produz cosméticos com produtos naturais.
4. Garrett Popcorn:  Especializada na venda de pipocas, feitas na hora em chaleiras de cobre.
5. 7Camicie: Rede italiana especializada na venda de camisas masculinas e femininas. Além de unidades tradicionais, também trabalha com um modelo de quiosque.
6. Che Lagarto: Rede argentina de hostels. Com pequenas pousadas em vários lugares da América Latina, o grupo tem algumas unidades no Brasil e busca a expansão da marca.
7. Jumping Clay: A rede sul-coreana é focada em festas, cursos e programas especiais para crianças.
8. Pappolino: A franquia uruguaia desenha e produz todas as roupas de crianças e bebês.
9. Saboreaté Y Café: A rede de cafeterias foi criada na Espanha e focou em São Paulo para começar a expansão.
10. One Biz: O grupo português atua em várias áreas como consultoria, finanças, educação, saúde e comércio. Detém várias marcas prestadoras de serviços em cada tipo de negócio. Uma das franquias é a Morangos, escola para crianças entre 0 e 14 anos.

Fonte: Exame.com